Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

SPORTING CLUBE COURENSE

85 ANOS - 1932/2017

SPORTING CLUBE COURENSE

85 ANOS - 1932/2017

JUVENIS

S.C.COURENSE 3 - VIANENSE 3

          (4-3 G.P.)

 

JUVENIS VIANENSE.jpg

GOLOS:

Ferrari 2

Pedreiras 1

 

S.C.COURENSE:

 

14 - XANECO

6 - JOÃO

8 - ANDRÉ (C)

4 - EDGAR

13 - PAULINHO (CLAUDIO)

10 - TIAGO

11 - ESTEVES

17 - CASTRO

9 - PEDREIRAS

40 - HUGUINHO (BARBOSA)

7 - FERRARI

 

9 - CLAUDIO

21 - BARBOSA

 

Quartos de final da Taça da AFVC, e novamente uma equipa da primeira divisão pela frente, depois de na ronda anterior termos eliminado a Correlhã também da primeira divisão por expressivos 5-1.

Frente a um dos ditos candidatos à subida aos nacionais, uma autentica selecção distrital, onde o clube apesar das conhecidas dificuldades financeira, que levou mesmo ao adiamento da primeira jornada, não olhou a esforços para se reforçar nas mais variadas localidades do distrito, a nossa equipa não se deixou intimidar pelo adversário e pelo seu porte atlético, e como os jogos se começam a ganhar mesmo antes do seu inicio, a concentração e o respeito pelo adversário demonstrado nos momentos que antecederam o inicio do encontro ajudaram ao seu desfecho.

Perante uma grande moldura humana, os nossos jovens atletas iniciaram o jogo de forma concentrada, com o trio de meio campo a dominar por completo o meio campo adversário, num exemplo de esforço e de ajuda ao próximo de louvar. Porem num ressalto o avançado vianense isola-se perante o nosso guarda redes, que contrariou o adversário com a defesa da tarde, ao evitar o golo certo numa tentativa de chapéu.

Praticamente na jogada seguinte é a vez de Pedreiras se isolar e não vacilar perante o guarda redes contrario abrindo o marcador.

Pouco tempo volvido, um rasgo de genialidade do pequenino Huguinho, a desmarcar novamente Pedreiras que remata cruzado com Ferrari oportuno a emendar ao segundo poste.

Até ao final da primeira parte apenas destaque para um remate ao poste do Vianense, através de Cristiano, fruto da formação do S.C.Courense desde os seis anos, que juntamente com Dylan foram os melhores elementos por parte do Vianense.

 

A segunda parte inicia-se praticamente com um erro defensivo da nossa parte, que permitiu que o atleta do S.C.Courense se isola-se perante Xaneco, que saiu desamparado a fazer mancha com a bola a bater no poste e a entrar.

O Golo abalou a nossa equipa e o seu meio campo perdeu gás, fruto do desgaste, permitindo o empate ao adversário, numa jogada confusa pelo lado esquerdo.

Poucos minutos volvidos, nova jogada pelo lado esquerdo, com o extremo a furar e a rematar ao primeiro poste com defesa para canto de Xaneco, na sequência do qual o Vianense chega ao 2-3 num lance em que o nosso atleta Paulinho sofre falta, com uma cotovelada, que o o brigou a ser transportado de ambulância para Ponte de Lima, onde foi suturado com seis pontos.

Quando se pensava que os nossos miúdos se iam deixar cair, eis que o trio do meio campo vai buscar forças onde não as tinha e com o forte apoio do público encostou o adversário atrás, carregando com todas as força, com Edgar a falhar isolado um golo quase certo, chegando perto do final ao mais que merecido empate num grande golpe de cabeça de Ferrari, dispondo ainda o S.C.Courense já em tempo de descontos de uma soberana oportunidade com Tiago de cabeça a atirar por cima.

Final do jogo, lotaria dos penâltis.

O publico afecto ao Courense movimenta-se para a baliza sul.

Coube ao Vianense a sorte de bater o primeiro, com remate para a esquerda de Xaneco que ainda toca na bola, mas não consegue evitar o primeiro.

Segue-se Pedreiras a bater igualmente para a esquerda, com a bola a passar e embater por baixo do corpo do guarda redes, fazendo o 1-1.

Segundo penâltipara o Vianense, com Xaneco a voar para o lado esquerdo e a bola a entrar ao meio da baliza...2-1.

Segue-se João, a enganar o guarda redes, mas o remate a sair por cima.

Terceira grande penalidade para o Vianense, que fruto do falhanço anterior os podia por em posição extremamente vantajosa, mas Xaneco soube aguentar e atirar-se para o lado esquerdo, defendendo o penalti.

Terceiro a favor do S.C.Courense, Esteves para bater, calmamente a facturar para o lado direito.

Quarto para o Vianense, Cristiano, um velho conhecido de Xaneco, que jogaram juntos desde os seis anos, a bater para a direita, com o guarda redes a adivinhar o lado e quase chegar, mas fruto da boa colocação do remate...golo.

Quarto para o Courense, Tiago, o carregador de piano, praticamente uma fotocópia do de Esteves, golo.

Quinto para o Vianense, batido para o lado direito de Xaneco que uma vez mais vai ao encontro da bola, com esta a bater no poste e caprichosamente vai ao seu encontro....

Tudo nos pés do fatigado Castro, com cãibras e exausto fruto da grande exibição....bate exemplarmente para o lado direito do guarde redes, sendo engolido de imediato pelos colegas e equipa técnica e médica...levando o muito publico à loucura, prolongando-se os festejos já até de noite.

Nota de agradecimento para o nosso director Zé Carlos por oferecer os lanches aios nossos atletas.

Agradecimento final ao fisioterapeuta da formação do S.C.Courense Diogo Mendes, que conseguiu por em condições o nosso Guarda Redes, fruto do tratamento antes do jogo e para a equipa técnica pelo grande trabalho, tendo o treinador Carlos Araújo um papel determinante no crescimento destes atletas, que começaram com ele, alguns com 6 anos, e que foi vitima da provocação de um colega de profissão de forma arrogante e dolosa, tentando no fim inverter a situação.

Parabéns.

 

SÁBADO

15

COURENSE

3

VIANENSE

3

Wilson Alves

4-3 GP

SÁBADO

15

BARROSELAS

4

ANCOR PRAIA

1

Gilberto Videira

 

SÁBADO

15

VALENCIANO

0

LIMIANOS

2

Anthony Capeio

 

SÁBADO

15

NEVES

3

VIT PIÃES

1

Bruno Costa

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.