Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

SPORTING CLUBE COURENSE

85 ANOS - 1932/2017

SPORTING CLUBE COURENSE

85 ANOS - 1932/2017

Veteranos

Campo de Jogos de Castanheira, Paredes de Coura, 15h00, 07 de Novembro de 2015:

Veteranos S. C. Courense 2 x Veteranos Ribela (Guimarães) 5

A nossa equipa apresentou-se da seguinte forma: João Paulo, Carlos Lima (Cap.), Rui Cunha José Luís Barbosa e José Sousa; Jorge Ramalho; Mário Rui, Paulo Ribas e André Morais; Paulo Mocho e Raúl

No decurso do jogo entraram ainda: Paulo Oliveira, Filipe Lopes, Alexandre Rocha, Pedro Vieira e Fernando Sá

Orientador: Henrique Reis

Delegados: José Brito e Luís Rocha

Ao intervalo igualdade a uma bola

Golos: Alexandre Rocha e André Morais

Disciplina: José Luís Barbosa

 

Antes de mais, gostaríamos de realçar a forma simpática como a Direção da Associação de Castanheira, na pessoa do seu Presidente, Sr. Albano Sousa se disponibilizou para nos ceder o seu campo de jogos para podermos receber esta simpática equipa do Ribela, de Guimarães, dado que, à mesma hora, o campo de jogos do S. C. Courense se encontrava ocupado para se disputar um jogo para uma eliminatória da taça do escalão de Juvenis. Aqui fica o agradecimento público da Secção de Veteranos à Associação de Castanheira.

 

No que diz respeito ao jogo, foi sempre muito equilibrado, ora se superiorizava uma equipa durante um período, ora se superiorizava a outra logo a seguir, o que acabou por dar em empate totalmente justo e condizente com o que se passou ao longo dos cerca de 80 minutos bem dirigidos pelo Colega Luís Rocha.

 

Entrou melhor o Ribela, com alas velozes, dois bons avançados, a chegar naturalmente ao golo. Reagiu o Courense, com maiores dificuldades ofensivas pela falta do Nino e pela lesão do Pedro Vieira, mas com os colegas a nunca virarem a cara á luta, empatamos e tivemos oportunidades suficientes para chegar à vantagem antes do intervalo.

 

Segunda parte muito equilibrada, talvez com ligeira superioridade do Ribela, a chegar à vantagem num bom remate de fora da área. Na parte final do jogo, a postar tudo para, pelo menos, não perder, conseguimos chegar ao merecido e justo golo do empate numa bela cabeçada do André Morais a corresponder a um livre lateral bem apontado pelo Filipe.

 

Pelo empenho, pela atitude, por acreditar sempre, merecemos o resultado, frente a uma equipa com quem sempre empatamos nos 3 jogos que com eles disputamos.

 

Finalmente, de realçar a chegada de dois bons reforços ao seio do grupo, o Paulo Oliveira e o Fernando Sá, que acrescentarão maior leque de opções de qualidade.

 

Boa arbitragem.